Sentimentalidades

Dor: Um sentimento que eu não sei como lidar. 

É difícil explicar exatamente o que estou sentindo. Indignação, raiva, pavor, medo, vingança, dor, perda… e tantos outros que não sei como defini-los. Não era assim que eu gostaria que terminasse o ano. Realmente, não. 

Ontem, ao ver minha gata se contorcer de dor, desabei e coloquei todas as dores pra fora. Eu queria que ela parasse de sentir dor, eu queria que o meu pesadelo, que vivo à 1 semana e meia, acabasse. Dizem que o que aconteceu com ela é natural, eu duvido. Mas não chorei só por causa do sofrimento dela, chorei por tudo que seguro à 2 anos. O choro das vezes que fui rejeitada, humilhada, abandonada, incompreendida… das vezes que errei e ainda não concertei.

Mas o que mais me doeu foi ver ela. Eu sempre vi nela partes de mim. Adorava o olhar dela. A sua expressão, seu miado. E agora nunca mais vou ver nada disso. 😥

Hoje acordei tão mal. Parecia que a marquise havia desabado sobre meu corpo. isso às 4:50 da madrugada. Era previsível que não conseguiria dormir mais. Então levantei e me obriguei a trabalhar até a hora de me arrumar para o serviço. 

E agora? estou no horário de almoço desabafando com pessoas que eu nem conheço. Não é porque eu não tenha amigos ou família pra conversar. Mas eles já estão tão atarefados, minha família tão esgotada, que não tenho coragem de ser egoísta e tão carente a ponto de falar essas bobas sentimentalidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s